Oswaldo Eustáquio
Anatel lacra emissora de TV que operava irregularmente em Curitiba

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) lacrou na noite desta terça-feira as instalações da Rede Brasil de Televisão em Curitiba. Os equipamentos que faziam a operação irregular no canal 10.1 digital estavam no bairro Pilarzinho e tiveram que ser desligados.

De acordo com a Anatel, a retransmissora instalada na capital paranaense não tem licença para operar. “Trata-se de uma RTVE (Retransmissora) da cidade de Tunas, município que fica a 60 quilômetros de Curitiba, portanto sua operação em Curitiba é ilegal”, disse o gerente regional da Anatel para os estados do Paraná e Santa Catarina Celso Francisco Zemann. Ele disse ainda que o fechamento da emissora irregular ocorreu menos de 24 horas depois da denúncia e averiguação pele agência.

A Anatel abriu um processo administrativo para investigar o caso e encaminhou a documentação para o Ministério Público Federal e para Polícia Federal que devem investigar o caso também no âmbito criminal. A Rede Brasil é presidida pelo empresário Marcos Tolentino.

Em nota a assessoria de imprensa da Anatel informou que "recebeu denúncias de operação de um novo canal de televisão com tecnologia digital, irradiando no canal 10 na cidade de Curitiba/PR. Em ação de fiscalização, a Agência identificou o funcionamento de estação de Retransmissão de Radiodifusão de Sons e Imagens - Digital sem autorização de funcionamento, tendo sido procedido a interrupção cautelar da estação no dia 10/11/2017".