Quatro Barras

18 de maio Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Infantil mobiliza Quatro Barras

Prefeito e Primeira Dama fazem panfletagem contra a violência de crianças e adolescentes Foto: PMQB

 

No próximo sábado haverá uma peça de teatro no salão da igreja São Sebastião para encerrar a semana de combate à violência infantil

A secretaria de Assistência Social mobilizou toda a sua equipe em ações de conscientização contra a violência infantil. Foi uma semana voltada para a campanha “Faça Bonito, Proteja Nossas Crianças e Adolescentes”.

O Prefeito Angelo Andreatta (Lara) e a Primeira Dama e Secretária da Assistência Social, Adriane Gomes Andreatta, coordenaram pessoalmente todas as iniciativas, como a panfletagem, passeata e blitz educativa pelas ruas centrais do município. No próximo sábado haverá uma peça de teatro no salão da igreja São Sebastião para encerrar a semana de combate à violência infantil.

Na segunda (15) uma passeata, seguida de uma blitz educativa percorreu as vias centrais distribuindo panfletos com orientações de como proceder em caso de violência contra a criança. Na terça (16) foi realizada uma panfletagem na feira da praça Raulino Alves Cordeiro. A semana de combate a violência contra a criança terá no próximo sábado (19), as 9h e as 14h, no salão da paróquia São Sebastião uma peça de teatro, Saltimbancos - Hospital Angelina Caron.

O dia 18 de maio foi escolhido após a tragédia em 1973 que vitimou a pequena Araceli Cabrera Sanches, na cidade de Vitória, ES. De lá para cá, são milhares de ações governamentais para coibir a violência contra a criança e o adolescente. É responsabilidade de todos proteger e denunciarqualquer tipo de violência contra a criança.

A secretária de assistência social, Adriane Gomes Andreatta, disse que todo esforço para proteger as crianças vítimas de violência,é antes de mais nada, um dever de todos. “Não podemos admitir que alguém compactue com qualquer tipo de violência contra nossas crianças e jovens. Todos somos responsáveis por protegê-las” disse a primeira dama. Ela ressaltou que nenhum esforço é demais na luta pela conscientização. “As campanhas não serão restritas a esta data, vamos seguir fazendo tudo que estiver ao nosso alcance para proteger os nossos filhos de qualquer violência”, disse.