Pinhais

3º Salão de Artes Visuais de Pinhais é aberto e premia os artistas

Cerimonia de abertura e premiação aconteceu na noite de quarta-feira (5) no Centro Cultural
(Foto: PMP)

Na noite de quarta-feira (5), no Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann, foi realizada a cerimônia de abertura e premiação do 3º Salão de Artes Visuais de Pinhais. Idealizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer o evento visa valorizar e promover o trabalho dos artistas e suas obras.

A cerimônia de premiação aconteceu no auditório Marcio José Moro e recebeu a presença de mais de 120 pessoas. Estiveram presentes a vice-prefeita de Pinhais, Rosa Maria; o secretário de Esporte Cultura e Lazer, Elom Tiago Fagundes; o coordenador executivo, Bruno Sitima; jurados, o artista pinhainhense Luciano Corbellini, artistas selecionados, patrocinadores e convidados.

 

Na edição deste ano, o salão recebeu 94 trabalhos, sendo selecionados 40 para a exposição. Tivemos a participação de obras de Pinhais, Curitiba, municípios da Região Metropolitana, e das cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS). O evento teve a parceria da Coordenação do Sistema Estadual de Museus - COSEM, para o processo de avaliação e a organização produziu um catálogo com as informações a respeito dos artistas e das obras que serão expostas no Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann até o dia 28 de junho.

Para o diretor de Cultura, Marcos Oliver, o resultado final foi extremamente positivo. O que chama atenção, segundo ele, não é a quantidade de obras inscritas, mas a qualidade e a participação de artistas de renome, fatores que enriquecem o salão. "Realizar este evento é gratificante. O salão é arte, comunicação. Quando trazemos o público e fazemos o monitoramento, é feito a leitura dos trabalhos. Para os artistas a participação é de suma importância. Este momento enriquece o currículo deles, porque para entrar em um salão de artes visuais o artista tem que tem uma história, um estudo, uma pesquisa, um trabalho de qualidade de arte contemporânea." enfatizou o diretor.

 

A vice-prefeita, Rosa Maria, parabenizou os artistas pelas obras de diversos estilos, a equipe da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e os patrocinadores pela realização e apoio. "Cada manifestação cultural tem promovido encontros, oportunizando que talentos surjam e sejam promovidos. Esta é a função da cultura: tornar as pessoas melhores e estas pessoas tornam o mundo melhor. E em Pinhais, procuramos fazer a nossa parte. Agradeço aos empresários e as pessoas que apostam, acreditam e investem em projetos culturais como o 3º Salão de Artes Visuais de Pinhais. Porque a arte é um movimento que nos coloca pra cima, que nos faz ficar mais juntos e nos faz, realmente, sermos mais humanos, mais sensíveis. E nunca foi tão importante que a cultura continue pulsando em cada canto, de cada cidade, porque é pela cultura que seremos melhores" disse Rosa.

 

Ao final da cerimônia, aconteceu a premiação. A comissão organizadora e o corpo de jurados considerou a atribuição de menções honrosa às obras e artistas que tiveram destaques pelo trabalho e foram entregues honrarias. Na sequência, os três primeiros colocados do salão foram anunciados. Os vencedores ganharam troféu, certificação e prêmio em dinheiro.

 

O vencedor do 3º Salão de Artes Visuais de Pinhais foi Silvana Camillotti com a obra "Suporte'. A ganhadora é paranaense, artista visual e já teve participação em mais de 30 salões de artes visuais. Ela comemorou a conquista e disse que sentiu recompensada. "Fiquei muito feliz com o resultado. Foi a primeira vez que participo do Salão de Artes Visuais de Pinhais. Já tinha ficado bem feliz de ter a minha obra selecionada, e agora, ter conquistado o primeiro lugar foi bastante gratificante. O que mais recompensa não é o prêmio, mas o resultado, pois participar e ter a obra reconhecida é o que vale mais a pena" afirmou.

 

Premiação:

1º lugar: Silvana Camilotti, pela obra Suporte;

2º lugar: Rafael Benaion, pela obra Fruto nº1 – Frutos da Intolerância;

3º lugar: Marafigo, pela obra Aos meus olhos; e

Prêmio Eduardo Edah – Destaque Pinhais: Brasil Herter, pela obra Tenuidades.

Menções Honrosas:

Ana Beatriz Artigas, com Imprinting;

Christian Chart, com A Bailarina;

Irapuam, com Fuzil de assalto – AK 47;

Luiz Gustavo Moreira, com SCANNER (módulo III); e

Nani Silveira, com Matéria Matriz.

 

Patrocinadores

O 3º Salão de Artes Visuais de Pinhais teve o patrocínio das empresas: Le Papier, Associação Comercial, Empresarial e Industrial de Pinhais - ACIPI, Condor, Corfix, Influx e Escola Pinhais - IEPI.

 

Serviço

O público pode visitar a exposição das obras do 3º Salão de Artes Visuais até o dia 28 de junho, no Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann, que fica na Rua 22 de Abril, 305, Centro.