Paraná

Primeira fase do Vestibular da UEL registra 6,80% de abstenção

(Foto: ANPr)

A 1ª fase do Vestibular 2018 da UEL registrou a ausência de 1.499 candidatos, o equivalente a 6,80% do total de inscritos, número semelhante ao registrado no ano passado quando 1.428 vestibulandos deixaram de comparecer. A prova foi realizada neste domingo (29) para mais de 22 mil candidatos, que responderam a 60 questões objetivas de Conhecimentos Gerais.

O índice de abstenção foi considerado dentro da normalidade pela professora Cristiane Medina, da Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) da UEL. Ela considerou a 1ª fase tranquila, sem relatos de imprevistos ou problemas relacionados com provas ou infraestrutura.

GABARITO - A Cops divulgou ainda no domingo o gabarito oficial da 1ª fase. A partir de agora começa o trabalho de correção realizado por meio de leitura digital do cartão de prova, o que praticamente garante margem de erro zero. Para evitar problemas e fraudes, a Cops trabalha com vários modelos de provas como medida de segurança.
O resultado da primeira fase será divulgado no próximo dia 17 de novembro, às 17 horas, no site www.cops.uel.br.

SEGUNDA FASE – A segunda fase começa no dia 3 de dezembro, a partir 14, com Provas de Línguas e Literaturas (Língua Portuguesa e Literaturas em Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Redação). No dia 4 de dezembro, a UEL aplica a Prova Discursiva de Conhecimentos Específicos, das 14 às 18 horas. No dia seguinte, 5 de dezembro, das 8 às 11 horas, e das 14 às 18 horas, serão aplicadas as Provas de Habilidades Específicas para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais, Design de Moda e Design Gráfico.

BRAILE - Uma curiosidade foi a aplicação de uma prova 100% em braile para uma candidata. Esta foi a primeira vez que a UEL aplicou uma prova com todo o conteúdo em braile, o que exigiu nada menos do que três dias seguidos de trabalho, uma vez que a prova apresenta conteúdo escrito e em imagens. Outros 28 candidatos com alguma deficiência visual tiveram direito a provas ampliadas.

Neste concurso a Universidade oferece 2.482 vagas em 53 cursos de graduação, sendo que outras 598 serão ofertadas por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU). O curso de Medicina é o mais concorrido com 144,34 candidatos por vaga no sistema universal. O segundo mais concorrido é Biomedicina (32,38 candidatos/vaga), seguido de Psicologia (28,45 candidatos/vaga).

CALENDÁRIO - Os novos estudantes da UEL deverão iniciar o ano letivo em 19 de março do próximo ano. O calendário foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) na última semana e deverá regularizar as atividades acadêmicas, prejudicas com as paralisações realizadas no ano passado.

Segundo a reitora da UEL, Berenice Quinzani Jordão, esta é a expectativa da administração e atende à demanda de professores e estudantes, que durante todo este ano tiveram que repor atividades, prejudicadas com as greves de 2016. "Agora deveremos, enfim, retornar ao calendário regular", afirmou a reitora.