Política

ÁLVARO DIAS: A SOLUÇÃO PARA O BRASIL

Se eleito presidente, nos primeiros 100 dias de governo proporia reformas como a diminuição do número de deputados, senadores e cargos comissionados, entre outras
Álvaro Dias foi o 5º entrevistado do Roda Viva na série de pré-candidatos à Presidência da República (Foto: Divulgação)

Entrevistado da última segunda-feira (4) do programa Roda Viva, da TV Cultura, o pré-candidato à Presidência da República Álvaro Dias (Podemos) defendeu uma reforma de Estado com o apoio de todos os políticos.

“Ou todos nós políticos mudamos ou seremos atropelados. Está no inconsciente coletivo esse desejo de mudança [da política], que é irreversível”, disse.

Álvaro disse que se eleito presidente nos primeiros 100 dias de governo proporia reformas como a diminuição do número de deputados, senadores e cargos comissionados, a instauração de uma cláusula de barreira mais rígida para os partidos políticos e a privatização de diversas empresas estatais.

Quando questionado como faria todas essas mudanças, o pré-candidato disse que é possível fazer 1 pacto social. “O Brasil jamais alcançará os índices de crescimento econômico compatíveis com suas disponibilidade com esse sistema de governança, que tenta rimar governabilidade com promiscuidade”, diz.

Apesar de ocupar cargos públicos desde 1969 e ter passado por 5 partidos políticos, Álvaro disse que não faz parte do “sistema”. “Eu combati esse sistema por dentro, mudei insatisfeito e hoje estou aqui pedindo o rompimento (…) Se há alguém que combateu esse sistema ao longo do tempo, fui eu”, afirmou.

Álvaro prometeu ainda que se for eleito os políticos não terão direito a concessão de rádios e TVs.

ARMAMENTO

O senador também se posicionou sobre temas polêmicos, como a liberação do porte de armas para a população. Disse ser favorável ao direito do cidadão de portar arma de fogo.

“Nós tivemos um plebiscito que votou não contra o desarmamento. Portanto, é uma sinalização de que o cidadão quer legítima defesa, porque o estado tem sido incompetente na sua missão de oferecer segurança”.

Afirmou que a medida não exime o Estado de oferecer segurança pública para a população.

TETO DE GASTOS PÚBLICOS

Sobre o teto de gastos que limita os investimentos públicos por 20 anos, Álvaro disse que medida pode ser revisada. “Teremos que rever, porque o atual governo não fez reformas estruturais, o que inviabiliza o congelamento de gastos”.

DESEMPREGO

“A solução para o desemprego está em um conjunto de reformas! A Reforma Tributária é a mais importante para estimular a economia, fazer com que ela cresça em índices superiores aos atuais e por consequência promova a geração de empregos”, disse o pré-candidato sobre o tema.

HISTÓRICO

Álvaro Dias é o pré-candidato com mais tempo na política. Iniciou sua carreira como vereador de Londrina (PR) pelo MDB, em 1969. Avançou na vida pública ocupando os cargos de deputado estadual e federal. Posteriormente, foi governador do Paraná, entre 1987 e 1991.

Foi eleito 4 vezes para o Senado. Álvaro Dias também circulou por diversos partidos, passando por MDB, PSDB, PV e PDT. Em julho de 2017, filiou-se ao Podemos (antigo PTN) para liderar o projeto presidencial da legenda em 2018.

Álvaro Dias é o 5º entrevistado do Roda Viva na série de pré-candidatos à Presidência da República. Já passaram pelo programa Marina Silva, Guilherme Boulos, João Amoêdo e Ciro Gomes.