RMC

Audiência Pública debate o Plano Municipal de Educação.

(Foto: PMFRG)

Foi realizada na noite de terça-feira (9), no Teatro Municipal de Fazenda Rio Grande, a Audiência Pública para discussão do Plano Municipal de Educação (PME). Com a participação da sociedade civil e Poder Público, a Audiência – realizada após cinco reuniões preparatórias – teve o objetivo de diagnosticar e atualizar o Plano.

“Foram analisadas todas as estratégias, diagnósticos, pelos componentes do Fórum Municipal de Educação”, observou o secretário Municipal de Educação, Professor Ednelson Sobral.

Ednelson destacou a participação do Poder Público. “A participação do Legislativo é muito importante, pois qualquer alteração que venha ser feita se dará no âmbito da Câmara de Vereadores”, comentou.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Educação, Abel  Mariano da Silva, a sociedade deve ser participativa. “Conclamo não só os profissionais da Educação, mas toda a sociedade a participarem das discussões da educação, que queremos para nossos filhos, são momentos como este na Audiência Pública que podemos expressar nossa opinião, contribuição ativa na cidade onde moramos e deixamos o convite para participar de outros momentos como este”, informou.

Na avaliação de Fabiano Marcelo Teixeira, assessor do Plano Municipal de Educação, o município deu “um grande passo em relação à educação”.

“Acredito que Fazenda Rio Grande deu um importante passo ao realizar a avaliação do PME de forma tão aberta e democrática, com a efetiva participação do Fórum municipal de educação. A audiência pública realizada no dia 09/07 só vem a reforçar esse compromisso.

As audiências públicas referentes aos PME, são muito importantes, pois tornam possível a população em geral tomar conhecimento do trabalho realizado pelo Fórum municipal de educação. E de forma inequívoca assegura a devida publicidade ao processo de avaliação. Esse é o primeiro passo no sentido de verificar a necessidade de adequação na Lei que instituiu o PME”.

Os vereadores Policial Batista, Isabel Baran, Irmão Miranda e Rafael Campaner participaram da audiência pública.