Política

Câmera da TVCI registra prova da tentativa de acordo para evitar cassação de Marquinhos Roque

Minutos antes do inicio da sessão que iria julgar a cassação do mandato do vereador Marquinhos Roque, na tarde de ontem, o olho mágico da câmara do cinegrafista Celso Aripuna da TVCI flagrou mais uma tentativa espúria entre o advogado Luiz Gustavo de Andrade, que defende Marquinhos Roque e o advogado  do diretório estadual do MDB, Rogério Carboni para obstruir o julgamento.

Minutos antes do inicio da sessão que iria julgar a cassação do mandato do vereador Marquinhos Roque, na tarde de ontem, o olho mágico da câmara do cinegrafista Celso Aripuna da TVCI flagrou mais uma tentativa espúria entre o advogado Luiz Gustavo de Andrade, que defende Marquinhos Roque e o advogado  do diretório estadual do MDB, Rogério Carboni para obstruir o julgamento.

A sessão estava para ser iniciada quando advogado Luis Gustavo passa uma mensagem para o diretor Jurídico do partido, numa demonstração de “parceria” na atuação de defesa do vereador.

Diz a mensagem do advogado para Rogerio Carboni: "Protocolaram as mídias no processo? Você consegue uma declaração do Arruda ainda hoje?”, em referência ao presidente do MDB no Paraná, o deputado estadual João Arruda.

Carboni responde: "Esperei você ontem, numa clara demonstração de proximidade" entre os dois advogados. Ontem, era domingo e, ao que tudo indica ode ter havido um entendimento para a sessão desta segunda-feira.

O que já havia sido comprovado em gravações feitas pelo Núcleo de Jornalismo Investigativo da TVCI, ganhou nestas imagens do cinegrafista Celso Aripuna, mais uma prova no acordo espúrio para tentar salvar a candidatura de Marquinhos Roque, em uma clara tentativa de obstrução da justiça.

Dias antes do julgamento do processo impetrado pelo suplente João Mendes, a TVCI descobriu um acordo espúrio entre emissários da família Roque e dirigentes do MDB. Nesse acordo, João Mendes retiraria o processo e a direção do MDB ganharia duas secretarias na administração Marcelo Roque e mais a vice na chapa de prefeito em 2.020.

Com a descoberta a TVCI entrevistou o presidente estadual do partido e dirigentes do MDB municipal. Inicialmente houve uma tentativa de negar o acordo, mas diante das provas obtidas pelo jornalismo, a tentativa foi confirmada.

Tudo está gravado e será encaminhado para o Ministério Público para providencias.

O julgamento do processo de cassação de Marquinhos Roque foi transferido para a próxima quinta-feira. Ainda na tarde de quinta-feira após a publicação da matéria, o prefeito Marcelo Roque veio a público pelas redes sociais, numa mensagem de deboche, afirmando que a TV não tinha provado nada. Mais uma vez, a verdade veio à tona com provas robustas.