Política

Candidato do PSC Negro ao Senado une Evangélicos na chapa de Ratinho Júnior

Renan da Mata está viajando o estado para formar uma grande coalisão entre os evangélicos para fortalecer a campanha majoritária de Ratinho Júnior ao governo do Paraná

Primeiro candidato ao senado a ter sua candidatura registrada no Tribunal Regional Eleitoral, Renan da Mata, Secretário-Geral do PSC do Paraná e fundador do PSC Negro está sendo o fiel da balança para unir a classe evangélica à candidatura de Ratinho Júnior ao governo do Paraná.

Renan da Mata foi o principal responsável na reaproximação de Ratinho Júnior e o deputado federal Hidekazu Takayama, que nas eleições municipais tirou a eleição certa de Ney Leprevost a prefeitura de Curitiba quando declarou apoio a Rafael Greca, que estava cinco pontos atrás da pesquisa há menos de uma semana da eleição. Quando Takayama pediu aos fiéis que votassem em Greca, o resultado foi visto nas urnas. Mas, com perfil conciliador e diplomático, Renan da Mata ajustou a rota do PSC que hoje é o principal partido na base de apoio de Ratinho ao governo do estado.

Como secretário-geral do PSC, Renan conseguiu trazer a cantora Mara Lima para o partido e aproximar ela de Takayama. Com isso, a Assembleia de Deus, maior igreja evangélica do Brasil deve caminhar com Ratinho Júnior. Renan da Mata também manteve no PSC, a maior liderança política da igreja do Evangelho Quadrangular, pastor Gilson de Souza que deve ser um ícone na campanha majoritária dentro da igreja Quadrangular. Renan da Mata deve ir a Cascavel conversar com o prefeito Paranhos, também do PSC e evangélico. O objetivo é levar a informação aos pastores que Ratinho Júnior tem defendido as bandeiras da igreja.

O ex-vereador Thiago Gevert deve garantir o apoio da Igreja Bola de Neve e Mundial do Poder de Deus. E para fechar a questão, como uma grande tacada, Renan da Mata está viajando o estado para formar uma coalisão cristã, trazendo lideranças de comunidades evangélicas emergentes para formar um Comitê evangélico, povo que representa cerca de 30% da população. Em cidades do interior este número chega a 50%.

“Minha candidatura ao Senado pode surpreender o Paraná. As pessoas abraçaram meu projeto e o de Ratinho Júnior, homem que eu apoio e peço para base da igreja orar todos os dias porque ele se posicionou em prol das bandeiras da família. A família é a base da sociedade. E nós do PSC estamos orgulhosos de fazer parte de uma coligação majoritária que levará Ratinho Júnior ao governo do estado, representando o novo e pela primeira vez na história do estado um “Da Mata” ou “do povo” ao Senado Federal.

Renan da Mata no Litoral do Paraná concedeu entrevista ao Programa Litoral Urgente