Paraná

Cida se reúne com o presidente do Paraguai para  acertar a construção da segunda ponte em Foz

(Foto: Departamento Fotográfico - SECS)

As obras de construção da segunda ponte ligando Brasil ao Paraguai, em Foz do Iguaçu, devem começar em breve. A governadora do Paraná, Cida Borghetti, se reuniu nesta segunda-feira (10), em Assunção, com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, para tratar do tema. 

As negociações entre os países estão avançadas e a construção da ponte deve ser bancada pela Itaipu Binacional, aproveitando a licitação realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A obra está estimada em 70 milhões de dólares.

A governadora Cida Borghetti destacou que há interesse de todas as partes para dar mais celeridade ao projeto. “Há cinco meses, logo ao assumir, tratei deste assunto com o presidente Michel Temer. E agora, com o presidente Mario Benítez damos mais um passo para esta obra tão importante para o Paraná, o Brasil e nossos vizinhos paraguaios”, afirmou Cida durante a audiência no Palácio de los López.

Mario Benítez, que assumiu a presidência há cerca de um mês, disse que a obra é prioridade e tem total apoio do Paraguai. “É inadmissível o Brasil e o Paraguai dependerem até hoje de uma ponte construída há 50 anos. Vamos nos unir para construir a nova opção e também avançar em outros temas de interesse, sobretudo da relação do Paraguai com o Paraná.”, disse Benítez

O diretor-geral paraguaio da usina, José Alberto Alderete Rodríguez, também acompanhou a audiência. Cida e Alderete se reuniram em Foz do Iguaçu há cerca de três semanas para tratar do assunto.

TERCEIRA PONTE - As negociações entre os países e as diretorias da Itaipu também envolvem a construção da terceira ponte ligando o Brasil ao Paraguai. 

A segunda ponte, ao lado do Marco das Três Fronteiras, receberá recursos do lado brasileiro da Itaipu Binacional, que também será responsável pelas obras de acesso. 

Já a terceira ponte deve ligar Foz do Iguaçu ao município de Hernandarias e será erguida com dinheiro paraguaio. Há ainda estudos para a construção dessa opção pelo Mato Grosso do Sul. 

Também participaram da reunião o diretor-geral do DER, Paulo Thadeu; o secretário da Comunicação Social, Alexandre Teixeira e o conselheiro da Embaixada do Brasil no Paraguai, Otavio Briones.
Paraná deve receber missão paraguaia em novembro

A governadora Cida Borghetti e Mario Benitez também definiram a organização de uma missão liderada pelo presidente com empresários paraguaios para novembro no Paraná. 

Além de prospectar novos negócios, a missão deve trazer membros do governo. As áreas de interesse são infraestrutura, energia, saneamento, telecomunicações e agricultura familiar.