Brasil

Colombo e Curitiba têm mais ônibus integrados

Foto: SMCS

O transporte coletivo de Curitiba e da Região Metropolitana tem mais uma integração. Nesta quarta-feira (21/6), começou a funcionar a nova linha Terminal Roça Grande/Terminal Santa Cândida, beneficiando cerca de três mil passageiros que circulam entre Curitiba e Colombo.

Esta é a quarta integração do transporte com a Região Metropolitana desde fevereiro e a segunda com o município de Colombo. A reintegração do transporte foi um compromisso assumido pelo prefeito Rafael Greca na campanha eleitoral.

“Estamos conseguindo fazer Curitiba voltar a ser uma só, como já foi antes. Esta já é a segunda reintegração com Colombo, já fizemos com Araucária, Fazendo Rio Grande e muitas outras ainda virão”, disse Greca.

O prefeito esteve no terminal Roça Grande para acompanhar, com a prefeita de Colombo, Beti Pavin, a primeira viagem da linha Roça Grande/Santa Cândida na manhã desta quarta-feira (21). O presidente da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), José Antonio Andreguetto, e o presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Omar Akel, acompanharam o evento.

“Esta integração é aguardada há dois anos e, em nome dos moradores de Colombo, agradeço o empenho do prefeito Rafael Greca, que cumpriu sua promessa em um prazo tão curto de tempo, com apoio do Governo do Estado”, disse Beti Pavin.

Funcionamento

Os passageiros da Terminal Roça Grande/Terminal Santa Cândida podem entrar no sistema de transporte de Curitiba e acessar outras linhas dentro da capital sem precisar pagar uma nova passagem.

Antes, os passageiros de Roça Grande tinham apenas a opção da linha Roça Grande Curitiba e desembarcavam no Terminal Guadalupe. A linha Roça Grande Curitiba permanecerá para os passageiros que não precisem fazer deslocamentos dentro de Curitiba.

A ação envolve as Prefeituras de Curitiba e de Colombo, a Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) e a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec).

Os ônibus

A linha Terminal Roça Grande/Terminal Santa Cândida terá ônibus com intervalos de 20 minutos nos horários de pico. A expectativa inicial é de transportar três mil passageiros por dia. Desde que o Terminal Roça Grande foi criado, em 2009, os passageiros da região aguardam por esta integração.

Diariamente circulam pelo Terminal Roça Grande cerca de dez mil pessoas, sendo que 30% desembarcavam ao longo do caminho para acessar outros terminais e outras linhas de Curitiba.

Agora, a partir do Terminal Santa Cândida os passageiros poderão usar, principalmente, o expresso Santa Cândida/Capão Raso, o Ligeirinho Santa Cândida/Pinheirinho e o Interbairros III, chegando a outros terminais de Curitiba.

Reintegrações

A reintegração do transporte de Curitiba com a Região Metropolitana já beneficiou mais de 60 mil passageiros desde que o prefeito Rafael Greca assumiu a gestão, em janeiro. Começou com a volta da linha Colombo/CIC, com mais de 30 mil passageiros que agora podem percorrer os 26 quilômetros do trajeto sem precisar mudar de ônibus.

Em seguida, veio a reintegração com Araucária/CIC. Os ligeirinhos Araucária-Capão Raso e Angélica-Capão Raso voltaram a passar por dentro do Terminal CIC, melhorando a mobilidade urbana para 20 mil passageiros que usam diariamente as duas linhas.

A Estação PUC foi unificada trazendo para dentro da integração o município de Fazenda Rio Grande.

Agora, mais uma vez, Colombo terá opções de integrar o sistema urbano da Capital.

Presenças

De Colombo, também participaram do lançamento o vice-prefeito Sérgio Pinheiro; os vereadores Wagner Brandão, Gil Gera, Élcio do Aviário, Edson Baggio e Doliria Strapasson; e os secretários municipais Maurício Oliveira, Coronel Paredes, Agnaldo Santos, Waldirlei Bueno, Antonio Ricardo, Alessanda Lima e Antonio Busato.

 

Entregue sem conclusão, reforma do terminal Santa Cândida será retomada 

No lançamento da linha Roça Grande/Santa Cândida, nesta quarta-feira (21/6), o prefeito Rafael Greca anunciou a licitação para conclusão das obras do Terminal Santa Cândida. A reforma do terminal foi entregue pela gestão passada com obras pendentes.

A Prefeitura de Curitiba finalizou o projeto e a Caixa Econômica Federal aprovou o orçamento de quase R$ 3,3 milhões para investimento. A Secretaria Municipal de Obras já está preparando o edital para a licitação das obras. “Vamos terminar o que os outros deixaram incompleto”, disse Greca.

Nesta etapa, será concluído o túnel de ligação entre as plataformas, os banheiros, a plataforma metálica de desembarque, o elevador no subsolo para acessibilidade e a instalação de três subestações de energia elétrica.