Paraná

Copel e Itaipu abrem novo posto de recarga para carros elétricos

A estação de recarga rápida de veículo elétrico é parte da primeira eletrovia do Estado, que liga a região Oeste a Paranaguá (Foto: Departamento Fotográfico - SECS)

A Companhia Paraense de Energia (Copel) e a Itaipu Binacional abriram nesta quinta (30) um posto de recarga para carros elétricos em uma das pontas da eletrovia Foz do Iguaçu-Paranaguá. A estação de recarga fica em Foz do Iguaçu, no Centro de Recepção de Visitantes de Itaipu, ao lado da barreira de controle da usina.
A estação de recarga rápida de veículo elétrico é parte da primeira eletrovia do Estado, que liga a região Oeste a Paranaguá. Duas outras estações já estão em funcionamento e outros oito postos de recarga estão sendo instalados ao longo de 700 quilômetros na BR-277. 
A primeira estação foi inaugurada em Curitiba, em abril. Ela fica no eletroposto da Copel, às margens da rodovia. A segunda está em funcionamento em Paranaguá, na outra ponta da eletrovia.
“A troca de carros convencionais por carros elétricos é uma etapa importante da transformação que acontecerá no setor energético nos próximos anos. A Copel está pronta para atender esse novo cenário com soluções de mobilidade elétrica e uma rede de energia robusta e inteligente”, afirmou o diretor da Copel Distribuição, Antonio Guetter, em Foz do Iguaçu.
Além de Guetter, a solenidade em Itaipu contou com a participação do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Marcos Stamm. Estavam presentes também o superintendente de Smart Grid e Sistemas Especiais da Copel, Júlio Omori, e o assessor da direção Geral Brasileira de Itaipu, Paulo Maranhão.
ELETROVIA - O projeto da eletrovia foi lançado no final de março deste ano e vai cortar 700 quilômetros da BR-277, conectando Paranaguá a Foz do Iguaçu. No trecho, serão instalados de 11 eletropostos – cinco deles custeados pela Itaipu e o restante pela Copel, com recursos de pesquisa e desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A distância entre um e outro será de aproximadamente 100 quilômetros.
Estão previstas outras estações de recarga em Medianeira, Cascavel, Ibema, Laranjeiras do Sul, Candói, Guarapuava, Irati e Palmeira. A expectativa é que até o final do ano todos os eletropostos estejam em operação.
As estações serão todas de carga rápida e gratuita: levará entre meia e uma hora para carregar 80% da bateria da maioria dos carros elétricos. Esses modelos rodam de 150 a 300 quilômetros a cada carga. A Copel está investindo R$ 5,5 milhões no projeto. “Por ser um projeto de pesquisa e desenvolvimento, os consumidores não terão custo para abastecer na eletrovia da Copel”, detalhou Guetter.