Geral

Curitiba e Haifa estudam parceria

O prefeito Rafael Greca recebeu nesta quarta-feira (05/04), em seu gabinete, a visita do cônsul de Israel em São Paulo, Dori Goren. Acompanhado de integrantes da Comunidade Israelita do Paraná e da comunidade evangélica, o diplomata fez a primeira visita oficial à Curitiba para iniciar as tratativas de uma parceria com a cidade de Haifa.

“Nos interessa muito a parceria com Haifa, em razão do Technion”, destacou Greca. O prefeito lembrou que Israel é berço de diversas inovações tecnológicas, como o software que faz o reconhecimento de rostos, uma ferramenta eficaz para a segurança do município.

A parceria, que seria formalizada com o Vale do Pinhão, será encaminhada pela Assessoria para Relações Internacionais nos próximos dias, conforme a determinação do prefeito. O assessor, Rodolpho Feijó participou da conversa.

Acompanharam o encontro o presidente da Comunidade Israelita do Paraná, Charles London; o presidente da Federação Israelita do Paraná, Ari Zugman; e o vice-presidente da Federação, Isac Baril. Pela comunidade evangélica estava o vereador Thiago Ferro. Neste ano, a Marcha para Jesus, realizada pela comunidade evengélica, será no dia 20 de maio, e também vai comemorar os 50 anos da unificação de Jerusalém. O líder do governo na Câmara Municipal, o vereador Pier Petruzzielo, também participou da visita.

Comunidade judaica e Israel

A história da imigração judaica no Brasil e o relacionamento antigo com a comunidade judaica de Curitiba estiveram em pauta. O prefeito presenteou Goren com a versão eletrônica do seu livro, que traz um capítulo sobre a contribuição do grupo para a cidade, que já teve dois prefeitos judeus: Saul Raiz e Jaime Lerner.

Greca foi convidado a visitar Jerusalém, capital de Israel, em um encontro internacional de prefeitos de grandes cidades, que acontece todos os anos, no segundo semestre. “É sempre um prazer falar da Terra Santa”, disse o prefeito, que já visitou o país anteriormente a convite da Federação Israelita do Paraná.

O cônsul

Dori Goren é cônsul de Israel em São Paulo desde julho do ano passado, mas já ocupou outros cargos na diplomacia na América Latina, em países como Uruguai, Argentina e Bolívia. Na década de 1980, foi segundo secretário da embaixada de Israel em Brasília.