Geral

Curitiba quer reduzir emissões de poluentes no transporte

Prefeito Rafael Greca participa de reunião sobre Veículos Elétricos com Energias Renováveis com secretária do Meio Ambiente, Marilza Dias e o engenheiro Carlos Motta, responsável pelo desenvolvimento de um protótipo de veículo movido a energia renovável (Foto: Valdecir Galor/SMCS)

“Cada telhado e usina fotovoltaicos e cada veículo movido a energia limpa significam uma poupança de carbono para os curitibinhas”, disse o prefeito Rafael Greca, na tarde desta terça-feira (11/9), ao receber a visita do engenheiro Carlos Motta, responsável pelo desenvolvimento de um protótipo de veículo movido a energia renovável.

O modelo foi criado por meio de uma parceria com o Escritório Verde da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O projeto do protótipo foi apresentado ao prefeito e à secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, na tarde desta terça na sede da Prefeitura.

“A ideia é que Curitiba avance nos serviços com carros elétricos, no deslocamento dos servidores dentro dos parques ou nos taxis, por exemplo”, destacou Greca.

A partir da apresentação da alternativa, os estudos devem ser conduzidos em conjunto pela Secretaria do Meio Ambiente e pela URBS. O projeto seria complementar à instalação de painéis fotovoltaicos no telhado do Palácio 29 de Março, o que será viabilizado por meio de um Chamamento Público da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel).

As ações para diminuição das emissões de gases poluentes e enfrentamento das mudanças climáticas fazem parte dos esforços da cidade para se tornar mais inteligente e resiliente. Curitiba faz parte e busca apoio de entidades como o ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade e rede de cidades C40 para viabilizar os projetos.

No final do mês passado, o seminário Planejamento Urbano Resiliente e de Baixo Carbono, promovido pela Prefeitura e pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, reuniu um grupo de trabalho que agora é responsável elaboração do Plano Municipal de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas.

O evento faz parte do Urban Leds II: Acelerando a Ação Climática por Meio de Estratégias de Desenvolvimento de Baixo Carbono, que apoia cerca de 60 cidades do mundo alinhadas ao Acordo de Paris - de enfrentamento de mudanças climáticas.

No Brasil, além de Curitiba, mais sete cidades participam da iniciativa. O projeto é implementado pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e ONU-Habitat e financiado pela Comissão Europeia.