Geral

Curitiba terá R$ 100 milhões para ampliar tratamento de água e esgoto

Curitiba vai receber recursos de aproximadamente R$ 100 milhões para obras de ampliação da capacidade dos sistemas de água e esgoto da Sanepar. O valor proveniente do FGTS será repassado por meio do contrato assinado na tarde desta quarta-feira (29/03), no Palácio Iguaçu.

O documento firmado entre o Governo do Paraná e a Caixa Econômica Federal foi assinado pelo prefeito Rafael Greca, o ministro das Cidades, Bruno Cavalcanti de Araújo, o governador Beto Richa, o presidente da Caixa, Gilberto Magalhães Occhi, e o diretor-presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

A solenidade contou com a participação dos prefeitos de outros 21 municípios paranaenses contemplados pelos investimentos. No total, o programa terá recursos de R$ 442,7 milhões. Nesta primeira etapa, serão liberados R$ 362,3 milhões.

Em Curitiba, serão 15 quilômetros de rede de esgoto, uma estação elevatória do Rio Bonito no Tatuquara, além de melhorias em estações de tratamento de esgoto na CIC e no Santa Quitéria. O investimento deverá beneficiar 600 mil pessoas, calcula o prefeito. “Esgoto tratado é saúde redobrada e rede de água é segurança alimentar para a população”, disse Greca. Ele agradeceu ao ministro, ao governador e às lideranças da Sanepar e da Caixa pelo presente para Curitiba, que nesta quarta completou 324 anos. "Toda a cidade deveria receber a visita do ministro das Cidades com um presentão destes no dia do seu aniversário”, finalizou Greca.

O diretor-presidente da Sanepar lembrou que o Paraná é um dos Estados com maior índice de saneamento no Brasil, com 70% de coleta e tratamento de esgoto. “Curitiba, que já ultrapassa 94%, já é a melhor capital do País e vamos avançar ainda mais, conforme temos conversado com o prefeito”, afirmou Chaowiche.

Saneamento para todos

O programa de destinação dos recursos do FGTS para obras de saneamento tem o objetivo de promover a melhoria das condições de saúde e da qualidade de vida da população das cidades. Os investimentos são integrados com outras políticas setoriais, por meio de ações e empreendimentos destinados à universalização e à melhoria dos serviços públicos de saneamento básico.

Os recursos liberados agora serão destinados a sistemas de abastecimento de água em 16 municípios; sistemas de esgotamento sanitário em outros cinco municípios; e investimento em desenvolvimento institucional e redução de perdas, de acordo com a Sanepar.

Presenças

Participaram da solenidade a vice-governadora, Cida Borghetti; o vice-prefeito e secretário de Obras, Eduardo Pimentel; a secretária da Família e Desenvolvimento Social do Estado, Fernanda Richa; e o chefe da Casa-Civil, Valdir Rossoni.

Estiveram presentes também o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano; os deputados estaduais Cobra Repórter e Pedro Lupion. E os vereadores Serginho do Posto; Geovane Fernandes, Julieta Reis, Mauro Bobato e Thiago Ferro. Além de secretários e presidentes de autarquias estaduais e municipais.