Paraná

Governo abre Outubro Rosa com destaque a ações de saúde da mulher

(Foto: Departamento Fotográfico - SECS)

A secretaria de Estado da Saúde abriu as atividades do Outubro Rosa 2018 nesta terça-feira (02), com um evento que reuniu mais de 100 pessoas no Palácio das Araucárias, em Curitiba. O tema “É Tempo de garantir qualidade de vida propõe que, além do cuidado com a saúde, a mulher também separe um tempo para o lazer e o bem-estar.
Na abertura do evento, o secretário da Saúde, Antônio Carlos Nardi, reforçou as ações do Estado e o papel da mulher na sociedade. “Quem ama, cuida. As mulheres precisam se cuidar e estar permanentemente saudáveis e junto das famílias, continuando a ser os pilares de sustentação da casa, trabalho e ambientes de causas sociais. Este laço rosa não é somente um acessório, é a defesa de uma causa. É um símbolo que demonstra a luta, a preocupação e o esforço do Governo do Estado em garantir uma assistência digna para as mulheres paranaenses”, declarou Nardi.
A representante da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, Letícia Raimundo, falou sobre a força das mulheres e como cada singularidade deve ser respeitada. “Estou vendo aqui dezenas de tons de rosa, isso demonstra a nossa diversidade como mulheres, cada uma com características, cultura, realidade e necessidades diferentes, únicas”, disse ela. 
“Percebemos que as mulheres são as que coordenam todo processo de acesso da família aos serviços e direitos de saúde. Preservar a saúde das mulheres é fundamental, porque impacta diretamente na qualidade de vida de outras pessoas”, afirmou Letícia.
NO PARANÁ - Durante todo mês, diversos municípios paranaenses realizarão ações de incentivo e cuidado com a saúde da mulher, como palestras, treinamentos, caminhadas. As atividades podem ser verificadas nas Regionais de Saúde ou secretarias municipais de Saúde. “O Outubro Rosa foi criado para explicar para as mulheres e profissionais de saúde que o câncer de mama e colo de útero são doenças que podem ser tratadas e ter fatores de risco diminuídos. Além disso, acredito que este movimento rosa transformou a medicina, deixando ela mais humana e atenta aos cuidados primários”, explicou o mastologista, Vinícius Budel.
O superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria da Saúde, Juliano Gevaerd, salientou que a prevenção é uma rotina diária. “Sempre costumo falar que o cuidado deve ser o ano todo. É fundamental existir uma data para celebrar, enfatizar e divulgar nas redes sociais e outras mídias as ações de prevenção, porém como profissionais da saúde temos que trabalhar essas questões todos os dias, intensificar as ações e ser proativos no atendimento e repasse de informações”, afirmou Gevaerd.
PREVENÇÃO – O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que, em 2018, o Paraná registre 3.730 casos de câncer de mama. Até o mês de junho deste ano, o Estado já realizou mais de 170 mil mamografias e 316 mil exames preventivos de câncer de colo de útero. Para oferecer os testes, o Paraná conta com 161 mamógrafos distribuídos em todas as 22 Regionais de Saúde, além de aparelhos digitais nas Unidades da Mama instalados nas cidades-sede das macrorregiões: Maringá, Londrina, Cascavel e Curitiba.
Em 2017, foram realizados pelo SUS 211.354 exames de mamografia, sendo apenas 60% (360 mil) nas mulheres do grupo prioritário, entre 50 a 69 anos. O número de mortes em decorrência da doença alcançou 926 mulheres no Paraná.
A mamografia deve ser realizada a cada dois anos em mulheres de 50 a 69 anos. Fora da faixa etária e periodicidade, o exame é recomendado somente para mulheres com sinais ou sintomas de câncer de mama, como nódulo, retração do mamilo e outros; ou com histórico familiar em parente de primeiro grau, como mãe, irmã ou filha.  
Em relação ao câncer de colo de útero, a recomendação é que seja realizado em todas as mulheres que já iniciaram a vida sexual. Os dois primeiros exames com intervalo de um ano e, se os resultados forem normais, os próximos podem ser realizados a cada três anos. 
CAMPANHA – Empresas, associações, grupos, estudantes ou pessoas interessadas no assunto, podem retirar fôlderes, panfletos, banners e cartazes da Campanha Outubro Rosa 2018 de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, na secretaria estadual da Saúde, na Rua Piquiri, número 170, em Curitiba. A reserva deve ser feita previamente pelo telefone (41) 3330-4385.
Além da capital, a campanha será estendida para todo o Estado. No caso do litoral ou interior do Paraná, o material deve ser retirado nas Regionais de Saúde. Confira os endereços aqui. (http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=2752) .