Quatro Barras

Guarda Municipal e Polícia realizam Operação Conjunta de Bloqueio pelo programa Quatro Barras mais Segura

Equipes vistoriaram veículos e motos em busca de entorpecentes, armas, veículos roubados/furtados e mandados de prisão

 

Efetivo esteve em quatro pontos simultâneos, cobrindo entradas e saídas

            UmaOperação Conjunta de Bloqueio do programa 'Quatro Barras mais Segura' mobilizou no fim da tarde e noite da última quinta-feira (20) mais de 40 guardas municipais e policiais militares e civis. A operação foi realizada em quatro pontos simultâneos da cidade: no acesso principal à Quatro Barras, no Centro; na Colônia Maria José;no Itapira e na Borda do Campo; onde as equipes vistoriaram veículos e motos em busca de entorpecentes, armas, veículos roubados/furtados e mandados de prisão.

            Segundo informações da Secretaria Municipal de Ordem Pública, ao todo foram abordados mais de 300 veículos nos quatro pontos de bloqueio. No ponto central, próximo ao Sesi, as equipes cumpriram um mandado de prisão, recolhendo o infrator e encaminhando à Delegacia de Polícia. Na Colônia Maria José, o efetivo ainda recuperou um veículo que havia sido roubado/furtado no mesmo dia.

            O secretário de Ordem Pública, Fabrício Haddad Figueira, falou sobre os objetivos da ação. "Nesta operação tivemos uma atuação diferenciada. Com pontos simultâneos de bloqueio garantimos maior abrangência na cobertura do bloqueio, que tem foco preventivo mas também atua de forma repressiva quando necessário", destacou.

            Além da presença da Guarda Municipal de Quatro Barras, a ação contou com a participação de efetivo e viaturas da 4ª Companhia do 22º Batalhão de Polícia Militar, equipes da ROTAM e ROCAM, e Polícia Civil. A ação teve planejamento e comando do secretário da pasta, Fabricio Haddad Figueira; do comandante da Guarda Municipal, Luciano Bernardi; do comandante da 4ª Cia, capitão Arquimedes; do tenente Mariano e do superintendente da Polícia Civil, Pedro Milsted.

            Fabricio disse que dois tipos de operações serão constantesa partir de agora:a operação bloqueio, que é direcionada à busca de materiais ilícitos, armas e veículos roubados; e a operação de fiscalização, que incide em bares e estabelecimentos noturnos, e engloba tanto questões ligadas à vigilância sanitária, alvarás de funcionamento, como também medidas preventivas e de combateà criminalidade.

            "A operação desta quinta-feira é parte de um esforço contínuo, ou seja, não se esgota apenas nesta data porque outras ações serão executadas na sequência. Inclusive já estamos organizando ações com a participação de outras forças policiais, como a federal, polícia rodoviária (estadual e federal) e guardas municipais vizinhas. A palavra de ordem neste momento é integração", disse o secretário.

            Ele também destacou o esforço individual dos guardas municipais que estão atuando proativamente em prol da segurança e enalteceu a cooperação mútua entre as forças policiais e a Guarda Municipal, que buscam um objetivo comum: proteger o cidadão.

            Além da operação na quinta-feira, véspera de feriado, equipes da Guarda Municipal e Polícia Militar realizaram uma segunda operação na noite de sábado (22) e madrugada de domingo (23). A operação checagem, como foi denominada, teve a proposta de coibir ações de perturbação do sossego em bares e em pontos determinados nas regiões de Borda do Campo e Jardim das Acácias.

            O prefeito Angelo Andreatta (Lara) disse que a proposta é intensificar toda medida voltada à segurança pública. "Nossa equipe está engajada nas operações e principalmente na meta de fazer a diferença, através de ações articuladas, integradas. Queremos dar respostas positivas à sociedade", disse Lara.