Geral

Nova iluminação das ciclovias terá sistema antifurto de cabos

A ciclovia da Rua Aluízio Finzetto, nas proximidades da Avenida Marechal Floriano Peixoto, no Prado Velho, já está recebendo os cabos de energia do novo sistema de iluminação pública que a Prefeitura vai implantar na região. Cerca de 100 metros de cabos já foram enterrados e concretados.

Os trabalhos fazem parte do investimento de R$ 2,3 milhões na implantação e melhoria de iluminação nas ciclovias da cidade. O serviço será executado em 18,5 quilômetros de ciclovias localizadas na Linha Verde Sul, no Parque São Lourenço, Passeio Público e nas ruas Aluízio Finzetto, João Negrão, Conselheiro Laurindo, Alexandre Gutierrez e Alferes Poli.

Serão instalados cerca de mil novos postes baixos, com cinco metros de altura e luminárias de LED, que garantem iluminação mais eficiente e econômica. Todo o cabeamento de energia terá um sistema antifurto, com isolamento de concreto. As caixas de passagem de energia, próximas aos postes, também serão concretadas para evitar o furto de cabos. Cada poste terá 18 metros de distância um do outro.

Além disso, todo o cabeamento será subterrâneo e ficará a um metro de profundidade do nível das ciclovias. “As obras são uma reivindicação dos ciclistas e pedestres. Identificamos que há uma necessidade de melhorar a iluminação nestas ciclovias”, disse Tony Malheiros, diretor do Departamento de Iluminação Pública.

Ciclistas que utilizam as ciclovias estão animados com as obras. O aposentado Amauri dos Santos, 62 anos, mora no Xaxim e usa as ciclovias da Linha Verde e da Aluízio Finzetto para se deslocar até o Centro. “Tem bastante ciclistas que circulam por aqui à noite. Vai ficar ótimo. O que eu vejo aqui e na Linha Verde é que as ciclovias são pouco iluminadas, agora vai ficar uma beleza”, disse Santos.

Sérgio Dominoni, 68 anos, também está otimista. “Uma iluminação boa na ciclovia atrai mais ciclistas, fica mais seguro. Aqui a noite é bem escuro, vai melhor muito. Vamos utilizar bastante este trajeto à noite”, afirmou Dominoni, que mora no Uberaba.

Locais

As obras foram divididas em dois lotes, com prazo de execução de 180 dias. O lote 1 de obras contempla oito quilômetros de ciclovias na Linha Verde, entre o viaduto da Avenida Marechal Floriano e o terminal de ônibus do Pinheirinho. Neste trecho serão implantados 24 mil metros de cabos elétricos e cerca de 400 luminárias baixas com lâmpadas LED de 60 watts de potência. O investimento nessa etapa será R$ 882 mil.

Já o lote 2 abrange 10,5 quilômetros da ciclovia Belém Norte, entre o Parque São Lourenço e o Passeio Público, e as ruas Aluízio Finzetto, João Negrão, Conselheiro Laurindo, Cyro Vellozo e na Alexandre Gutierrez, entre a Praça do Japão e a Avenida Getúlio Vargas. Serão colocados 30 mil metros de cabos elétricos e 600 luminárias com lâmpadas LED de 60 watts. O investimento nesse lote será de R$ 1,47 milhão.

Todos os serviços são acompanhados e fiscalizados pela Secretaria de Obras Públicas e Infraestrutura.

Melhorias

De acordo com o diretor de Iluminação Pública, Tony Malheiros, todo o projeto foi voltado especificamente para melhoria da iluminação nas ciclovias. “Estes locais que vão receber as obras não tinham um sistema específico de iluminação direcionado para as ciclovias. Este trabalho vem para resolver este problema e melhorar a iluminação como um todo”, definiu.