Geral

Obras de reforma e no subsolo do Terminal Santa Cândida evoluem

(Foto: SMCS)

Os 40 mil usuários do Terminal Santa Cândida ainda não podem ver de perto as obras em andamento no subsolo do local. Ali,  haverá lojas, bicicletário e amplos banheiros para uso de quem frequenta o local. A passagem subterrânea também permitirá o acesso aos dois lados do estratégico terminal da região Norte de Curitiba por onde passam 12 linhas de ônibus urbanas e metropolitanas. O subsolo também poderá ser acessado por elevador.

Iniciada em 2012, a reforma do Terminal do Santa Cândida teve diversos adiamentos, foi entregue incompleta em fevereiro de 2016, após a gestão anterior encerrar o contrato com a empresa ganhadora da licitação. A atual gestão do prefeito Rafael Greca fez nova licitação para a conclusão da reforma e ampliação, iniciada há um mês.

Nesta segunda-feira (11/6), a engenheira da Caixa Econômica Federal, Clarissa de Oliveira Cavalcanti Linzmayer, esteve no local para fazer a primeira vistoria de acompanhamento dos trabalhos. "Isso é feito ao longo das obras para confrontarmos o que foi medido com o que estava no projeto aprovado pela Caixa. O financiamento concedido à Prefeitura de Curitiba utiliza recursos do FGTS, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço", explicou.

Ela foi acompanhada pelo fiscal da Secretaria Municipal de Obras Públicas, o engenheiro Luiz Marcelo Mochenski, e pelo representante da empresa responsável por esta etapa das obras, a Viaplan, o engenheiro Eliel Lopes Ferreira Neto. Na Prefeitura, Mochenski é encarregado da verificação desta obra em todas as suas etapas.

Plataforma do Ligeirão

Em alguns meses, uma das etapas dos trabalhos que poderá ser observada no terminal será o término da plataforma que permitirá a divisão do fluxo de passageiros que utilizam o Ligeirão Santa Cândida/Praça do Japão e os que pegam o Expresso Santa Cândida/Capão Raso. A nova linha do ônibus Ligeirão entrou em funcionamento em março.

Quando as obras do subsolo estiverem concluídas, a Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) fará uma nova licitação para seleção dos comerciantes que terão concessão das lojas. 

A complementação do Terminal Santa Cândida  projetada pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) terá custo de R$ 3,7 milhões - 89,1% são financiados pela Caixa e 10,9% garantidos pela Prefeitura. A previsão de conclusão é novembro de 2018.