Geral

Polo UAB atende 1,2 mil profissionais com cursos de graduação e pós

O Polo de Educação à Distância da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em Curitiba, vinculado à Secretaria Municipal da Educação, já atende 1,2 mil profissionais em 14 cursos em parceria com a Unicentro, Universidade Federal do Paraná, Universidade do Norte do Paraná, Universidade Virtual do Paraná e Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Cursos de Pedagogia, Administração Pública, Tecnologia em Gestão Pública, além de pós-graduação em Mídias Integradas, Filosofia, Saúde do Professor, Genética para Professores, Saneamento Ambiental, Gestão Integrada e Mobilidade Urbana, estão entre as ofertas do polo UAB, que tem como objetivo atender professores e funcionários públicos de diversas áreas, tanto de Curitiba quanto da Região Metropolitana e do Estado.

O Polo fica na Escola Municipal Batel e é composto por salas de aula, laboratórios, banheiros, área administrativa e tecnológica, como internet e multimídias.

"Avançamos muito na área de educação e tecnologia com o Polo UAB, pois ele representa a democratização do ensino superior no país. As pessoas que são qualificadas pelo polo vão ajudar no desenvolvimento do município”, comenta o diretor do Departamento de Desenvolvimento Profissional, João Batista dos Reis.

O Polo UAB

O Sistema Universidade Aberta do Brasil tem como finalidade expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País. É um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos superiores por meio da educação à distância.  

Os polos são mantidos em regime de colaboração por estados e municípios, que fornecem apoio acadêmico, tecnológico e administrativo às atividades de ensino-aprendizagem.

Formatura

A primeira turma do polo de Curitiba a se formar foi a  do curso de Tecnologia em Gestão Pública da Universidade de Ponta Grossa. A colação de grau foi realizada em abril, com a participação de 29 novos profissionais.

“Esse foi um dos primeiros cursos do polo, ficamos muito felizes quando o recebemos porque sabíamos da alta procura”, disse a coordenadora do polo UAB Curitiba, Lourdes Vieira.