Quatro Barras

Programa Microbacias começa a implantação de fossas sépticas e proteção de nascentes em Quatro Barras

Na sexta-feira (30) aconteceu a reunião do Programa Microbacias com produtores e moradores rurais da região do Ribeirão do Tigre, Rio do Meio e Palmitalzinho. O convênio firmado entre a Prefeitura de Quatro Barras e a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB) para a implantação do Programa Gestão de Solo e Água em Microbacia prevê algumas obras de proteção e contenção de erosão em volta das nascentes além da instalação de fossas sépticas.
Quatro Barras investe em proteção de nascentes e saneamento básico na área rural (Foto: PMQB)

O secretário de Meio ambiente e Agricultura, Eliseu Grigolo, ressaltou a importância da cooperação entre os moradores contemplados pelo programa. “A Prefeitura fez a sua parte buscando o recurso junto ao Governo do Estado e dará o suporte, mas quem vai garantir o sucesso do programa são os moradores. Vocês têm que fazer os mutirões para a implantação das fossas sépticas e das cercas”, disse o secretário.

Num total de R$ 158.320,13, de investimento, R$ 76,890,40 serão destinados ao saneamento básico atendendo 20 famílias que receberão um “kit” completo contendo anéis de concreto para montagem das fossas e canos para a instalação.

A moradora e beneficiaria das melhorias, Irene Barbosa, diz que o projeto vai ajudar a preservar o bem mais precioso da propriedade da família, a água. “A minha família usa a décadas a água da mina que fica na chácara, é muito importante manter a nascente limpa. A gente usa essa água para tudo, lavar e cozinhar”, disse dona Irene.

No total serão usados R$ 13.430,23 em palanques e cercas para proteger nascentes nas propriedades. O diretor geral, Ezequiel Zatoni Mocelin, orientou os agricultores sobre a necessidade de proteger os recursos hídricos sem impedir o acesso dos animais silvestres. “A cerca deve ter o primeiro fio de arame liso para evitar ferimento nos animais silvestres que procuram as nascentes”, salientou Ezequiel. Serão 27 propriedades atendidas. Aproximadamente 6,9 km de arame serão usados para proteger mananciais. No total serão 41 propriedades atendidas, ao custo de R$ 47.479,50.

Parte dos recursos, R$ 20.520,00 será destinado ao atendimento de 32 propriedades em hora máquina para adequação de carreadores. São os acessos no interior das propriedades que receberão as melhorias.