Quatro Barras

Quatro Barras apresenta Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019

Saiba quais foram as prioridades indicadas pela população em consulta pública
Audiência reuniu representantes de vários setores (Foto: PMQB)

A Prefeitura de Quatro Barras realizou na última quinta-feira (19) a audiência pública para apresentação da Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO 2019.

O encontro reuniu o prefeito Angelo Andreatta (Lara), o coordenador do Sistema de Controle Interno, secretários municipais, os vereadores Sandro Eleno Andreatta e Andre Luiz Barcia, servidores, representantes dos conselhos municipais, comissão de finanças e orçamento, e membros da comunidade.

No decorrer da audiência foram apresentadas as principais diretrizes para 2019, além do resultado da consulta pública disponibilizada a todos os cidadãos no site da Prefeitura no período de 15 de junho a 13 de julho de 2018.

Ao todo, participaram da consulta 52 pessoas, de várias localidades da cidade. O bairro com participação mais expressiva foi a Borda do Campo, com 25,5% das interações.

O prefeito Lara disse que a participação da comunidade neste momento é decisiva para o planejamento das ações para o próximo ano. "Ninguém conhece as demandas dos bairros tão bem quanto os próprios moradores. Por isso essa interação é tão positiva, para definirmos juntos o que terá prioridade nos investimentos", disse.

Na consulta pública, a população pôde opinar em nove eixos: educação, saúde, infraestrutura, gestão pública, desenvolvimento, meio ambiente, assistência social, cultura e esportes.

Veja os tópicos indicados como prioridades na consulta:

Educação: 36% citaram Professores como prioridade, seguido de Escolas com 24%.

Saúde: 31,4% indicaram Médicos, seguido de Exames e Consultas com 27,5%.

Infraestrutura: Pavimentação registrou 41,2%, seguida de Paisagismo com 17,6%.

Gestão Pública: Segurança foi indicada com 51% de participação.

Desenvolvimento: Atração de Empresas e Cursos Profissionalizantes contabilizaram 33,3% de participação cada.

Meio ambiente: 35,3% indicaram como prioridade políticas voltadas aos Animais, seguida de Fiscalização com 23,5% de participação.

Assistência Social: Programas Sociais obtiveram 33,3% das indicações, seguido de Armazém da Família com 29,4%.

Cultura: 43,1% indicaram como prioridade a elaboração de novos Projetos, seguida de Atrações Culturais com 35,3%.

Esportes: Os projetos esportivos tiveram 43,1% das indicações, seguido pelas Modalidades Esportivas com 23,5% de participação.