Quatro Barras

Quatro Barras lança programa de incentivo às médias e pequenas empresas

Encontro com investidores da construção civil foi primeira medida para fomentar negócios
Programa quer atrair empresas e fomentar economia (Foto: PMQB)

A Prefeitura de Quatro Barras está criando um programa de atração às médias e pequenas empresas. Na última quinta-feira (23), a Secretaria de Desenvolvimento Industrial, Comercial e Turístico reuniu investidores do ramo da construção civil para expor as medidas do programa e fomentar novos negócios.

Na prática o programa propõe um ciclo de investimentos. Por um lado, a Prefeitura trabalha para criar um ambiente favorável para estimular a atração de novas empresas, de médio e pequeno porte, lançando mão de medidas como a busca de investidores, rodadas de negócios, incentivos fiscais, investimentos em infraestrutura urbana e qualificação da mão de obra local.

Por outro lado, investidores começam a viabilizar empreendimentos, como galpões para locação, o que favorece a instalação de novas empresas. Neste ciclo econômico só há benefícios. Produtividade para quem constrói, rentabilidade para quem loca, criação de novos negócios e, principalmente, geração de empregos.

"Queremos com isso aquecer a economia, diversificar os nichos de produção e estimular a geração de novos postos de trabalho", explicou o secretário da pasta, Marco Aurélio Bürkner.

A próxima etapa será uma rodada de negócios com investidores, onde empresários e profissionais dos vários segmentos desde imobiliárias, materiais de construção, empreiteiras, poderão conversar e estreitar contatos. Um dos pontos importantes do programa é garantir maior incentivo às empresas que optarem por prestigiar a produção e a mão de obra local.

secretário ainda disse que mesmo abrigando áreas de preservação ambiental há um estigma exagerado sobre a restrição de atividades no município. Segundo ele, Quatro Barras apresenta áreas e polos industriais onde é possível instalar indústrias de vários segmentos. "Além disso, na grande maioria, as empresas de pequeno e médio porte não são indústrias de transformação, ou seja, não são poluidoras, o que amplia ainda mais as opções de instalação", enfatizou.

O presidente da Associação Industrial e Comercial de Quatro Barras e Campina Grande do Sul, Jair Minatti, elogiou o programa. "A ideia de deixar o município preparado para receber novas empresas é excelente. É uma maneira diferente de pensar e agir, com planejamento", destacou Minatti.

Ao receber os investidores, o prefeito Angelo Andreatta (Lara) falou sobre sua recente visita ao polo têxtil de Brusque e a busca por consolidar novos negócios que gerem emprego e renda à população. "Estamos trabalhando nas diversas frentes, seja na busca por investidores, por novos nichos econômicos e também na qualificação de mão de obra local. Um exemplo disso foram as incubadoras profissionalizantes que contratamos do Senai, com cursos gratuitos em diversas áreas", disse o prefeito.