Política

Ratinho Junior afirma que a valorização dos funcionários de carreira do Estado será meta do seu governo

O candidato garantiu, em reunião em Curitiba, que a economia com corte de despesas desnecessárias será convertida em benefícios para os servidores públicos estaduais
(Foto: Divulgação)

“Uma das primeiras medidas do meu governo vai ser reunir representantes dos servidores para planejar planos de carreira e discutir as condições de trabalho para os quatro anos de governo. Vamos pensar e trabalhar juntos para valorizar e garantir os direitos dos funcionários públicos estaduais”, garantiu Ratinho Junior em conversa com profissionais da saúde, da educação, da Copel e da Sanepar, em jantar na noite de terça-feira, 25, em Curitiba. O candidato ao governo do Estado esclareceu que com o enxugamento da máquina pública pretende acabar com mordomias de políticos, que costumam negociar cargos com candidatos, em troca de apoio. “Na minha campanha não negociei nada com ninguém, justamente para não ficar devendo favores e ter tranquilidade para cortar cargos comissionados e acabar com funções desnecessárias. A economia que faremos cortando o que não for essencial poderá ser convertida em benefícios para os servidores de carreira, aos técnicos, que terão papel importante na nossa gestão”, garantiu o candidato. 

Ratinho Junior voltou a afirmar que, caso seja eleito governador, os direitos dos servidores estarão assegurados. Ele garantiu que se depender de decisão do governo, não haverá mudança no regime de previdência dos funcionários públicos estaduais. “Se tiver uma reforma da previdência nacional, obviamente que temos que respeitar, mas vamos assegurar o direito adquirido do servidor”, concluiu.