Paraná

Richa autoriza R$ 4 milhões para reforçar a saúde no Litoral

(Foto: ANPr)

O governador Beto Richa autorizou nesta segunda-feira (13) o repasse de R$ 4,05 milhões para reforçar o atendimento à saúde nos municípios do Litoral durante o período do projeto Verão Paraná, que começa no dia 21 de dezembro. O objetivo é garantir o atendimento à demanda na alta temporada, especialmente no Natal, Ano-novo e Carnaval. Os recursos serão depositados na conta dos municípios até sexta-feira (17).

A medida, afirmou Richa, vai minimizar os riscos decorrentes da grande procura pelos serviços de saúde de toda a região. “Com o aumento populacional das cidades litorâneas no período do verão, há necessidade de ampliar as ações de prevenção e de reforço em saúde. Esta é uma verba necessária para garantir saúde aos moradores e aos veranistas durante a temporada 2017/2018”, disse.

O secretário de saúde Michele Caputo Neto destacou que o repasse será feito na modalidade fundo a fundo, sem a necessidade de convênio, para que os municípios viabilizem as contratações de plantões médicos e de enfermagem. “O repasse nesta modalidade permite que os municípios se programem para o atendimento da população”, explicou.

O governador ressaltou que a liberação dos recursos foi possível devido ao ajuste fiscal promovido pelo Governo do Estado. Os investimentos do Estado acontecem durante todo o ano e não somente durante a temporada”, disse Richa. Ele citou as obras de ampliação da rede de coleta e tratamento do esgoto em Matinhos e Pontal do Paraná, que somam R$ 250 milhões, a revitalização da orla de Caiobá e as melhorias no Porto de Paranaguá. “O Litoral não pode ser lembrado apenas em época de temporada. Isto é respeito com a população.”

AMPLIAR EQUIPES – Paranaguá e Guaratuba receberão o maior volume de recursos, R$ 1,14 milhão e R$ 1,02 milhão, respectivamente. Matinhos terá R$ 703,2 mil; Pontal do Paraná R$ 695,7 mil; Antonina R$ 165,4 mil; Morretes R$ 160 mil e Guaraqueçaba R$ 151,3 mil.

De acordo com o secretário Michele Caputo Neto, os municípios deverão reforçar as equipes assistenciais e disponibilizar médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para os serviços. Ao todo, serão feitos 5.735 plantões, totalizando 68.820 horas trabalhadas.

Haverá reforços nos hospitais de Antonina, Matinhos, Morretes e no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, em pronto atendimentos e unidades de saúde, nas unidades de Suporte Avançadona Central de Regulação Médica do SAMU Regional Litoral e SIATE. A Secretaria de Estado da Saúde enviará medicamentos para suprir o aumento na demanda.

OUTROS SERVIÇOS – Será ampliado o número de ambulâncias disponíveis na região. Serão três Unidades de Suporte Avançado de Vida padrão SAMU, baseadas em Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. Em Matinhos, no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, será instalado mais uma vez o Centro de Recuperação de Afogados. Também será disponibilizado o serviço aeromédico para transporte de pacientes críticos e o serviço de resgate aeromédico de pacientes em emergência.

O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque enfatizou a importância do recursos para os municípios. “Temos um grande aumento no número de pessoas em nossas cidades. Esse investimento do Governo do Estado é muito bem-vindo para o atendimento na área da saúde”,afirmou.

PRESENÇAS: Participaram da solenidade o chefe da Casa Militar, coronel Elio de Oliveira, os deputados estaduais Nelson Justus e Alexandre Curi; o secretário  especial do escritório de representação do Paraná em Brasília, Luciano Pizzatto e o prefeito de Guaratuba Roberto Justus.