Pinhais

Secretaria de Educação realiza Encontro de APMFs e Conselhos Escolares

A ação teve o objetivo de refletir sobre a importância da participação da família na gestão escolar, e apresentar experiências significativas de trabalho colaborativo entre as unidades de ensino e os órgãos colegiados
(Foto: PMP)

Na última quinta-feira (30) a Secretaria Municipal de Educação realizou o 6º Encontro de Associações de Pais, Mestres e Funcionários (APMFs) e Conselhos Escolares de Pinhais. A ação tem como objetivo refletir sobre a importância da participação da família na gestão escolar, bem como, apresentar experiências significativas de trabalho colaborativo entre as unidades de ensino e os órgãos colegiados.

Duas experiências foram apresentadas aos participantes. "Constituindo espaços de atuação nas decisões da unidade de ensino", apresentada pela diretora Nadir Fernandes dos Santos, representando a APMF do Cmei Vinicius de Moraes, mostrou a necessidade da garantia da ampliação e consolidação de uma efetiva participação pela comunidade escolar, enquanto instrumento de gestão democrática.

Já a diretora Vera Lúcia Moreira, que falou em nome da APMF e Conselho Escolar da Escola Municipal Frei Egídio Carlotto, fez a explanação com base na necessidade da contribuição para o desenvolvimento da comunidade onde a escola está inserida.

A participação da família na vida escolar dos alunos, também foi tema da palestra da noite, ministrada pela professora e pesquisadora Fatima Minetto. Também fez parte da programação, apresentação do Coral Música Viva, da Escola Municipal Severino Massignan.

A vice-prefeita de Pinhais, Rosa Maria, ressaltou que os relatos apresentados provam o quão necessária é a parceria entre a família e a escola para efetivar projetos e ações que beneficiem a comunidade. "A palavra desta noite é o reconhecimento, a constatação de que a escola é um espaço de transformação. Aqui vemos quanta coisa boa uma escola pode fazer quando outras pessoas estão envolvidas e não somente a comunidade intraescolar. Quando fui diretora pude contar com uma APMF muito participativa e isso faz toda diferença. Temos hoje órgãos que querem fazer o melhor pela escola, que são atuantes. A cada movimento que fazemos, buscando parcerias com outras instituições, o resultado é o mesmo: quem ganha é toda comunidade escolar", ressaltou.

Representando as APMFs e Conselhos Escolares, a tesoureira Marilsa da Cruz, mãe de aluna da Escola Frei Egídio Carlotto, deu seu depoimento sobre a importância dos órgãos colegiados para o desenvolvimento da escola e do ensino. "Eu tenho visto uma parceria muito boa. Sobre a relação dos pais, percebo uma mudança, há um tempo eu via muitos pais deixarem seus filhos no portão da escola, virar as costas e ir embora e hoje não. Agora vejo pais participativos, os outros membros da família também, a comunidade também se envolve", afirmou. 

A secretária Municipal de Educação, Andrea Franceschini, reforçou a necessidade deste diálogo e união de forças em prol da comunidade escolar. "O professor fala o tempo todo que os pais precisam estar presentes na escola, mas quando ouvimos o relato de uma mãe sobre isso, demonstra que esta é uma parceria que dá certo, fortalece esta relação. Não existe uma receita; o modelo ideal, cada um deve buscar por aquilo que condiz com a necessidade da sua região. As falas de hoje nos mostram que a palavra que resume todo este trabalho é parceria", ressaltou a secretária.