Piraquara

UBS Aldeia foi inaugurada nessa sexta feira em Piraquara

(Foto: Foto: Bruno Oliveira)

 

A nova Unidade vai atender, exclusivamente, a população indígena

Nessa sexta feira (21) foi inaugurada a UBS Jorge Roberto Carvalho Grando. A reforma visa melhorar os atendimentos, que agora são realizados diariamente por um técnico em enfermagem da própria aldeia. Durante a semana, a Secretaria Especial da Saúde Indígena disponibiliza médicos, dentistas e enfermeiros para realizarem o atendimento completo aos moradores da região.

A coordenadora distrital de saúde indígena, Vilma Marli Depetris ressaltou a importância da parceria com Piraquara. “Nessa nova unidade fazemos atendimento básico à saúde indígena”, diz.

A nova unidade conta com uma estrutura de 128,95 m², que irá facilitar os procedimentos médicos. A obra é resultado de um investimento de R$ 252.591,60, sendo um objeto do Plano de Aplicações dos recursos remanescentes do incentivo a atenção básica dos Povos Indígenas.

O evento contou com a presença de autoridades estaduais, além do Prefeito de Piraquara, Marcus Tesserolli, que enfatizou a extrema importância de um atendimento de qualidade dentro da comunidade indígena. “Nós procuramos fazer uma leitura de todos os problemas e de todas as demandas que deveriam ser atendidas.”

Para a Secretaria de Saúde Maristela Zanela a Unidade veio substituir uma estrutura precária, trazendo saúde de qualidade aos moradores. “É importante ressaltar que essa unidade tem todo uma estrutura, equipamentos para oferecer um serviço de qualidade a essa população”, afirma.

O nome da UBS é uma homenagem ao ambientalista Jorge Roberto Carvalho Grando, que foi membro da Associação Paranaense de Preservação Ambiental do Rio Iguaçu e da Serra do Mar. Grando foi quem acolheu os índios Guaranis, destinando 18 alqueires da sua propriedade para a instalação da Aldeia Indígena Karaguá/Araçaí.

Segundo Denise Farias Pereira Grando, esposa do homenageado, a Unidade é um grande presente para a família e os indígenas. “A presença do Jorge é visível aqui. Ele realmente merece essa homenagem, por toda a batalha que ele teve”, relata.

A Unidade foi planejada para atender as necessidades indígenas, respeitando a cultura e a saúde dos moradores.