Oswaldo Eustáquio
Bolsonaro defende ministra Damares Alves pelo twitter

O presidente eleito Jair Bolsonaro utilizou sua conta no twitter na tarde desta quinta-feira para defender a futura ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves."É surreal e extremamente vergonhoso ver setores da grande mídia debocharem do relato da futura ministra Damares Alves sobre a fé em Jesus Cristo, que a livrou do suicídio desejado por conta de abusos sofridos na infância. Lamentável", disse Bolsonaro